andré.santana [webdesign blog]

Organização.

Posted on: 23 maio, 2007

A organização.

– Captação do problema/necessidades do cliente
– Brainstorm
– Fechamento da idéia
– Coleta e organização de Materiais
– Do papel para o produto final

Acredito que muitos de nós, se não todos, já batemos de frente com aquele job em que olhamos e simplesmente pensamos: “Por onde é que vou começar?”. A mesa cheia de papéis, o material digital todo espalhado dentro de uma pasta ‘Projeto novo’ e a cabeça dando voltas e voltas tentando achar um ponto de partida.

Existe um dito que diz que “Um problema bem definido já está 50% resolvido”. Pois bem, eis aí o primeiro passo para o bom andamento do processo criativo, definir o problema e a necessidade do cliente.

Com a chegada do computador, o homem perdeu o costume de usar o lápis e o papel, acreditando que é possível realizar tudo através dele. A verdade é que quando estamos desenvolvendo um projeto em frente ao computador, não muito raro, somos surpreendidos por janelas que piscam desesperadamente procurando chamar nossa atenção, seja para uma conversa, seja para nos alertar de algum erro. Então, uma dica é deixar de lado o computador.

Para definir o problema do cliente, deve-se questionar todos os aspectos que o envolvem. Procurar entender o que ele faz, porque faz, como faz e o que pretende fazer é um bom começo. A partir destes aspectos, pode-se então ir mais a fundo e alcançar a essência do cliente. Não basta ‘visitar’ o mundo do cliente, para entendê-lo é preciso ‘viver’ como ele vive, e este é um os grandes desafios no processo criativo.

Uma vez que o problema e as necessidades foram encontrados, podemos então passar para o passo seguinte: O brainstorm.

Este é o passo em que realmente começa o processo criativo. Novamente a dica é deixar de lado o computador e continuar com o lápis e o papel em mãos.

Anote tudo o que vier em sua cabeça, da idéia mais louca a mais simples, da solução mais genial a que se julgue mais boba. Este processo de ‘materializar’ as idéias ajuda o cérebro a descongestionar, permitindo assim que não haja um bloqueio de idéias.

Aproveite este momento para viajar, ir longe nas idéias, mesmo que o cliente e a verba não permitam isso. No processo criativo mais vale subtrair alguns elementos que se julguem menos úteis do que ter de adicionar elementos em uma idéia que já estava definida e assim, correr o risco de perder a essência da idéia inicial.

Após a definição do caminho a ser seguido, podemos dizer que já estamos com 75% do trabalho já realizado. Consciente do que será necessário para produzir a peça, é hora de buscar os materiais e organizá-los. A organização deste material é muito importante, pois reduz o tempo de produção da peça a ser desenvolvida. Fotos, texto e referências devem ser separados, afim de que quando necessário utilizá-los, possam ser encontrados com facilidade. Não muito raro criamos uma pasta para o job e nela colocamos todo o material, sem uma ordem definida. E quando precisamos buscar a foto “Imagem052365.jpg” em meio a tantas outras, perdemos um tempo, que, por menor que seja, é considerável. Então, antes de colher o material, defina uma ordem para eles: “Fotos aqui, texto ali e referências lá…”.

Após todo este processo de brainstorm e organização, é hora da produção. Esta etapa é muito individual, pois vai de cada um utilizar o software que mais lhe agrade. É muito importante que o trabalho seja bem executado, independente de que técnicas serão utilizadas, pois uma má produção pode lançar todo o trabalho feito até o momento por água a baixo. Então paciência e capricho são elementos fundamentais nesta hora.

Após a finalização da produção, é hora da apresentação. Uma apresentação sem qualidade, feita de qualquer maneira, também coloca em risco toda a criação. Então, separe um tempo para a montagem da apresentação do material e esteja preparado para possíveis questionamentos por parte do cliente. Não deixe para arrumar uma resposta para o cliente na hora em que ele faz a pergunta. Tente pensar antes nas possíveis dúvidas que possam surgir e vá preparado para respondê-las.

Bem, daí em diante é por conta de o cliente aprovar ou não a idéia. Espero ter ajudado a entender e como caminhar no processo criativo. Que bons resultados possam surgir através desses processos criativos!

Abraços a todos e até a próxima!

por Eber Helom

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seja Bem-Vindo!

@andrehsantana

maio 2007
S T Q Q S S D
    jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

RSS Feeds Deliciosos

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Flickr!

Cell

Dia do Design

Geometric

Logotipo Pé do Palco // 02

Logotipo Pé do Palco // 01

Mais fotos

Blog Stats

  • 235,142 hits
%d blogueiros gostam disto: