andré.santana [webdesign blog]

SEO – Parte 2

Posted on: 9 maio, 2007

No artigo anterior foi falado sobre o conceito de SEO, e um pouco sobre os mecanismos de busca. Dessa vez falaremos sobre alguns fatores que ajudam a melhorar o pagerank, dando uma idéia mais prática do que podemos fazer para se melhorar o pagerank. Para quem perdeu o artigo anterior, SEO (Search Engine Optimization ou Optimizers) nada mais é que o estudo e melhora do site para os mecanismos de busca, visando um ranking maior, e um destaque maior nas buscas-orgânicas. Como foi dito anteriormente, são vários fatores que contam para essa avaliação, e não há a certeza absoluta de que um fator tem mais peso que o outro, pelo fato dos dispositivos usarem algoritmos diferentes uns dos outros.

Falaremos inicialmente de 10 fatores, que já foram explorados em um outro artigo meu. E no próximo falaremos de mais alguns importantes. São eles:

  1. Tag Title
  2. Texto dos links (o que fica entre o <a> e o </a>)
  3. Uso de Palavras-Chave no Documento
  4. Acessibilidade do Documento
  5. Links para páginas internas
  6. Assunto principal do Documento
  7. Links Externos
  8. Popularidade links para o Site
  9. Popularidade Global do Site
  10. Spam de Palavras-Chave

Fatores considerados:

1. Tag Title:

É a nossa famosa tag de título, ela é usada para definir palavras chave no site, portanto evite colocar “lixo” nessa parte, e coloque algo mais sugestivo, que possa identificar palavras que dão peso ao site. Ela que dá a informação mais sintética sobre o que há na página. Tem que ser específica por isso, é como você tentar mostrar apenas o nome do arquivo e já se saber o que há nele.

Evite isso:

<title> Artigo – Parte 2 </title> 

Prefira assim :

<title> MX Studio – Conteúdo Usabilidade – SEO II – Alguns Fatores </title>

É notável a diferença que tem, e note as palavras em negrito e imagine agora uma pessoa pesquisando. Essa é a chave, imaginar o que o usuário vai digitar ao procurar o seu site.

2. Texto dos Links:

Além do endereço dos links, outra parte muito importante é o texto que se insere neles, que é muito importante para definir sobre o que se trata o link, e é bom evitar setas, ou textos não explicativos. Eles devem funcionar como uma descrição do que irá acontecer quando a pessoa clicar no link, dando uma idéia de em que ela vai cair.

Evite isto :

<a href=”pagina55478978.html” > Clique aqui </a>

Note a diferença com título no link (que será mais abordado no próximo artigo), e com a url mais amigável =D :

<a href=”artigo_sobre_seo.html” title=”Artigo sobre SEO – MXStudio”> O artigo sobre SEO do MXStudio </a>

Novamente a quantidade de palavras chave que temos, e palavras que são mais fáceis de serem buscadas, ou mesmo de serem encontradas em outros sites (a concorrência baixa também ajuda a aparecer entre os primeiros resultados).

3. Uso de palavras-chave no documento:

Uso de palavras que foram procuradas em locais do texto, se elas se repetem, se aparecem na ordem que é buscada (para melhorar esta questão é bom se ter um log das palavras que são buscadas para chegar ao seu site, e ter em mente quais você quer melhorar). Se essas palavras se repetem no texto, provavelmente ele fala sobre o que se pesquisa, então tem relevância para a busca.

4. Acessibilidade do Documento:

Isso pode gerar erros na indexação e atualização do conteúdo do site. Se os spiders não conseguem chegar ao site, ou não conseguem “ler” (no caso de uso de flash) e dar peso ao documento, ele não aparecerá nas buscas. Há problemas que podem ser gerados por vários fatores, como links quebrados, requisição de plugins, redirecionamento de url (onde os robôs não conseguem seguir).

5. Links para páginas internas:

Pode ser dada mais relevância par uma página dentro do próprio site que é mais linkada. Ela provavelmente tem um conteúdo mais relevante do que alguma que está “escondida”. Isso é importante para se definir qual seria a página que a pessoa deve sair em uma busca por palavras que são encontradas em todo o site.
6. Assunto principal do site:

Definir bem sobre o que se fala no site ajuda a melhorar o ranking. Assim as buscas relacionadas ao assunto do seu site têm mais chances de apontar para ele. Pois sites com o conteúdo mais “definido” provavelmente têm mais informações sobre o assunto pesquisado do que os que falam “de tudo um pouco”. Muitos dizem que este é o provável motivo que blogs (geralmente de conteúdo ultra-específico, ou seja, sobre um tema, sem fugir muito disso) aparecem antes de sites grandes como a Wikipédia, que apesar de grande fala sobre vários temas, então não tem um assunto específico.

7. Links externos:

Não só a quantidade de links que levam ao seu site, mas sim o peso dos sites que levam a ele dão mais confiabilidade ao conteúdo do seu site, e um ranking maior. Um site que tem links vindos de um site com pagerank maior provavelmente são tão confiáveis, ou têm conteúdo tão relevante quanto os que levam a ele.

8. Popularidade dos links para o Site no nicho pesquisado:

Há “comunidades de links”, onde um site leva a um outro, que leva a um outro, que leva ao primeiro. O peso do site nessas “comunidades” (nichos) também influencia no pagerank. Um exemplo que se falava muita há pouco tempo era da “blogsfera”. Pois sites que são “da área” tem mais chances de ter o conteúdo que a pessoa procura, ganhando então mais importância.

9. Popularidade Global do Site:

Nesse fator é desconsiderado o pagerank do site que leva até o seu. Sites de troca de link são bons para aumentar nesse quesito. Pois apesar de ser mais importante o peso dos sites que levam ao seu, não pode ser desconsiderado também o número de links que levam a ele.

10. Spam de palavras chave:

É um fator que interfere negativamente no ranking. Usar-se de muitas palavras chave para fazer o site parecer mais relevante pode ser ruim.

Considerações finais

Um fato interessante de se lembrar foi todo o escândalo da Cicarelli que aconteceu pelo tal vídeo que rolou na internet. O interessante é a quantidade de blog que abusaram de técnicas SEO (que diga-se de passagem são consideradas spam) para dar uma aumentada nas visitas… E a grande maioria bateu seus recordes de visitação.

Acho que já falei muito isso, mas sempre é bom lembrar que esse tipo de técnica (estou me referindo exclusivamente ao uso de spam, visando aumentar a visitação mesmo que seu site não tenha o conteúdo que é buscado) está sujeita a punição, e quem ver sites que utilizam-se disto basta denunciar para a google😀 (ou qualquer outro mecanismo de busca).

por Rochester Oliveira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seja Bem-Vindo!

@andrehsantana

maio 2007
S T Q Q S S D
    jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

RSS Feeds Deliciosos

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Flickr!

Cell

Dia do Design

Geometric

Logotipo Pé do Palco // 02

Logotipo Pé do Palco // 01

Mais fotos

Blog Stats

  • 235,108 hits
%d blogueiros gostam disto: