andré.santana [webdesign blog]

Links têm personalidade, alma, nome, endereço e telefone.

Posted on: 7 maio, 2007

Nomear corretamente os links pode definir a navegação de um site inteiro. Imagine que você coloque no seu menu principal um link chamado “STA”. Se o “STA” for um produto revolucionário que patrocinou uma cota razoável da última versão do Big Brother Brasil, tudo bem. Ele será facilmente reconhecido. Mas e se o “STA” for um produto que sua empresa de médio porte esteja tentando vender para a área médica?

A nomenclatura dos links é tão importante que a partir do ErgoDesign, realizado em 2005 na PUC-Rio, o “organograma do site” passou a ser chamado de “árvore semântica”. Sim, porque há todo um conjunto de significados embutidos no nome que cada link recebe, ele tem vida própria e pode representar outra série de símbolos.

O link tem que indicar explicitamente o que acontecerá quando for clicado. Se estiver no menu principal, o cuidado deve ser dobrado. Embora não haja um padrão de varredura de site, o que significa que nunca saberemos exatamente onde o usuário começará a navegação, o que foi convencionado na web globalmente é que links são azuis. Sendo assim, ganhe espaço – sempre na regra do menos é mais – em seus parágrafos e evite os famigerados “clique aqui”, “saiba mais”. Pode colocar o link diretamente no texto que o usuário vai saber onde clicar.

Algumas práticas na web acabaram constituindo regras. Alguns nomes de links foram padronizados e se você visita uma página e não os encontra, fica perdido. Fale Conosco, para entrar em contato com o site; Mapa do Site, preciso dizer pra quê?; A Empresa, como informações institucionais, são exemplos.

Não adianta inventar. É melhor oferecer nomes intuitivos, que ao bater de olhos do usuário possam ser identificados e que possam conduzi-lo diretamente ao que procura. Sem adivinhações, suposições e cliques desperdiçados.
Uma dica da vez

O imperativo reina soberano
Na hora de sugerir um clique ao usuário mande nele, por exemplo “Preencha o cadastro”, “Compare os preços”. Coloque os verbos no imperativo. Isso dá mais ênfase à ação.

Analise com os olhos de um exilado
Entre no site despretensiosamente ou peça para um leigo navegar. Peça para ele encontrar uma informação e veja quanto tempo ele vai demorar. Se passar mais de 30 segundos procurando o caminho, pode trocar o nome do link.

Evite o caos
Prefira reunir todas as informações que o link vai representar em uma ou duas palavras. Evite períodos compostos, palavras que deixem dúvidas e expressões com crase (veja uma tabela completa sobre o uso da crase neste site).

por Ana Amélia Erthal

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seja Bem-Vindo!

@andrehsantana

maio 2007
S T Q Q S S D
    jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

RSS Feeds Deliciosos

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Flickr!

Cell

Dia do Design

Geometric

Logotipo Pé do Palco // 02

Logotipo Pé do Palco // 01

Mais fotos

Blog Stats

  • 235,108 hits
%d blogueiros gostam disto: